sábado, 18 de outubro de 2008

Extravasa.

Com os pés no chão e não ter sexo significa ser macho, beijar a mulher na boca e de repente se transformar numa drag. Não ter vontade em seguir fraseologias, levantar o volume do som e pintar o cabelo de pink. Se vestir de terno e gravata, com uma regata super colorida por baixo. Cabelo penteado pro lado também e falar palavrões. Causando sem preocupação com o pensamento alheio. Agora bem melhor e depois de vários tombos em sala de aula. Amo ser odiado. E tenho orgasmo quando alguém me fala que se apaixonou por minhas atitudes. Ainda prefiro chocolate. Sim, não preciso beber e fico chapado sem cheirar pedra. Só experimento saliva e tenho nojo de dançarina samaritana. O meu roteiro consiste em apenas entrar num táxi, percorrer ruas e avenidas sem destino, por um pequeno espaço de tempo. Um turno somente. Limando agora todo e qualquer momento de sensível economia. Ignorar o submundo e ter certeza em luxo que posso me proporcionar. Aliso e arrepio minhas madeixas. Cara limpa. E firmeza em foco. Com auto-afirmação e não inibe minha filosofia do conhecimento pessoal. Ninguém tem a razão e certezas absolutas sobre o outro. Clichê e imitações impossibilitam criações de marketing pessoal. Recicla e respeito acima de qualquer suspeita. Agora vou lançar uma cordinha e te puxar. Vai!

Um comentário:

SUPER BLACK disse...

adoreiiiiiiiii!!!vai!